A invisibilidade!

As vezes gostaria de ser invisível. Não invisível pra bisbilhotar sem que ninuém saiba, nem invisível com super poderes, etc. Não quero ser invisível pra salvar o mundo de coisas visíveis. Só queria ser invisível as vezes, invisível para as pessoas mais íntimas naqueles momentos em que não quero que ninguém saiba que estou pra baixo, ou mesmo quando quero ficar pra baixo sozinha - esse é o problema com as pessoas mais íntimas, elas sempre sabem nosso estado assim que nos vêem. Eu queria, mas acredito que esse desejo derive justamente do fato de não ser invisível, de ter pessoas que me enxergam, que sentem o que sinto. Pensando naqueles que passaram a vida inteira visíveis, mas ignorados, sentindo-se invisíveis, desisto da minha idéia ingrata e agradeço a Deus por ser vista de verdade por meus queridos! E desejo que os invisíveis por falta de opção ou por crueldade dos outros, possam um dia ser vistos por alguém!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosto de Puro Hoje

Entre Compassos e Descompassos