Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Revendo Nossa Mensagem - *Derrubando as Mesas de Cambistas*

Imagem
*Ao ler um texto como esse, da cura do paralítico, muito me intriga o pensamento de quão raso tem sido o "Evangelho" que temos ouvido e, muitas vezes até pregado. Jesus, antes de efetuar o milagre, explica o objetivo do mesmo: "PARA QUE VOCÊS SAIBAM QUE O FILHO DO HOMEM TEM NA TERRA PODER PARA PERDOAR PECADOS."
Os milagres eram/são SINAIS que apontam para Deus, para a obra redentora de Cristo, etc... porém é muito comum ouvirmos que "Deus vai operar o milagre na tua vida PARA QUE todos vejam que você é um escolhido"; "Deus vai TE honrar"; Deus vai conservar teus inimigos de pé PARA QUE assistam TUA vitória"... etc etc etc...
Cristo veio anunciar uma mudança de mente, de coração, de motivações, de valores e os sinais apontavam para aquele que pode efetuar tal mudança (os sinais diziam: EIS AÍ AQUELE QUE TEM PODER PARA LIMPAR O CORAÇÃO, SALVAR O PERDIDO...muito mais importante que um corpo são ou que as riquezas e honrarias deste/neste mundo é …

Aba Pai. Emanuel.

Imagem
Obrigada, Pai, por ser a alegria da minha alegria. Por ser a fonte. 

A Tua presença, a tua companhia é o motivo de todas as minhas alegrias. Se, no momento da tragédia, não me apercebo disso (dos teus braços paternos ao redor de mim), posso reconhecê-lo na superação diária da mesma, (porque seria impossível pra mim superá-la se o Senhor não estivesse comigo). É tua companhia que não me permite amargar após as maiores perdas... é teu doce Espírito que me faz voltar a sorrir depois de lágrimas que parecem infinitas. É tua compaixão que traz luz às trevas tão densas em que as vezes sou lançada pelas circunstâncias. Se posso, diariamente, voltar a sorrir, voltar a viver, voltar a amar... impossível não atribuir a Ti essas dádivas, impossível não reconhecê-lo em meus caminhos. Não és responsável por minhas tragédias. Não as assistes como um sádico que poderia interferir e não o faz. Me recuso a Te ver assim. Não te vejo como o causador de minhas tragédias, de minhas aflições, de minhas dore…