Postagens

Mostrando postagens de 2016

A Ponte e Eu

Imagem
De minha casinha de madeira,  Que fica tão pertinho das nuvens, Começa a ponte de meus sonhos acordados. Já é madrugada e as luzes amarelas da ponte  Brilham como pequenos sóis noturnos. A ponte sai de minha casa de madeira que quase toca o céu, Desce no meio da cidade, mas sobe de novo E finge que termina do outro lado da cidade. Mas eu sei que ela nunca termina... Ela toca o chão de muitos outros mundos.
Lá do alto vejo a cidade inteira... Todos os carros, fábricas, ruas e pessoas dormem. Acordados, só a ponte e eu, em vigília. Quando a manhã chegar e a cidade acordar Aí então dormiremos. Apagaremos as luzes e descansaremos tranquilos. Seremos, então, como a cidade que dorme sossegada Mesmo sem saber que, do alto, há quem vele seu sono.
Sonho acordada atravessar cidades inteiras, Tocar o chão sagrado de muitos outros mundos com meus pés de nuvens (há que se ter leveza nos pés pra pisar chãos sagrados). Sonho acordada ver a cidade acordar... Mas já vou dormir, e ela ainda não despertou. E continuamos ali, …

Feito Para o (A)Mar

Imagem
Triste ver o barco na terra
O barco, feito para o mar.
Triste ver o ódio no homem
O homem, feito para amar.
O Barco só tem sentido no mar,
O Homem só tem sentido no amar.

A Alma Precisa Sair Pra Passear

Imagem
Chove lá fora. Minha avó costuma dizer quando o tempo nubla: 'o dia tá tão triste hoje'. Triste e bonito, um cinza bonito. Nem branco, nem preto. Cinza! Só o dia cinza pode ser belo e triste. Bendito cinza!

Enquanto as idéias 'fervilhantes' prolongam a cinza manhã, o café, ainda pela metade, esfria na xícara.
Na playlist, hoje é dia de Cartola.
Uma 'pessoa recente', mas já querida, enviou-me 'Cartola' ontem. Uma amiga semeadora. Fiz de minha alma terra boa para boas sementes por causa de pessoas como ela.

Cartola e silêncios conversam em mim. Procuro deixá-los à vontade. Mas observo atenta. Preciosa e necessária conversa.

Cantando, Cartola diz que precisa encontrar-se, e em busca de si, sai pra assistir ao sol, aos rios, aos pássaros. Para conhecer-se, olha para fora. Para encontrar-se, olha com mais atenção para o que não é ele mesmo, mas que, de alguma forma, também o é.

Precisamos, urgentemente, arejar nossos porões.
Nossa alma precisa sair pra passear.

Pre…

Faz Parte Do Nosso Show

Imagem
Observando o relato, em João 2, do primeiro milagre de Jesus no casamento em Caná da Galiléia (a água transformada em vinho), fico esperando chegar o momento apoteótico em que Ele vai interromper a cerimônia e convocar a 'imprensa' pra o 'show da fé' que aconteceria ali, o momento em que vai levantar e dizer no megafone que aquela é a 'noite dos milagres'... Mas não chegou esse momento. Os empregados enchem os potes de água, os empregados levam a taça ao mestre de cerimônias, o noivo recebe o elogio pelo melhor vinho 'do final'. Não é admiração que Jesus pretende despertar no coração do homem, é fé. Jesus não usa as necessidades do homem pra promover espetáculos, pra conquistar milhares de 'seguidores extasiados' diante de seu poder de operar milagres...
Jesus não precisa disso. Somos nós que precisamos; somos nós que transformamos as necessidades alheias num espetáculo a fim de mostrar do que somos capazes. A tragédia do outro 'faz parte do no…

Babel é Aqui

Imagem
Não é difícil falar, Difícil é a gente falar a mesma língua.
Babel é aqui mesmo. 
Cada pessoa é um mundo. Cada mundo um idioma. 
*Precisa-se de humanos "poliglotas".  Com urgência!

Desejo Maior Que os Olhos

Imagem
Tenho pouco tempo.
A beleza não cabe inteira em minha vida tão breve. Há um furacão de emoções em mim.
Lamento que estes meus ouvidos não tenham tempo pra ouvir todas as músicas e vozes que quero ouvir;
Lamento que estes olhos não possam ler todos os livros e assistir todas as histórias que desejo;
Lamento que meus pés não possam ir a todos os lugares onde a beleza está;
Lamento ser tão pequena e tão breve.  Mesmo todas as grandiosas belezas que meus olhos podem de ver, e diante delas se prostram em êxtase, são apenas vislumbres da beleza absoluta. Diante das porções de beleza diárias minha alma se assombra. Minha pequenez é massacrante. Sou pó diante de 'meros' vislumbres. Sou menor que um vislumbre. E sou também, ao mesmo tempo, um deles.  Cada encontro com o belo é uma fresta aberta de onde se pode espiar o Sagrado, na eternidade. Rubem Alves bem disse: "Quem experimenta a beleza está em comunhão com o sagrado." Sim! É isso! Minha alma anseia por toda beleza que nela cou…

Multidão Nos Olhos / Transitoriedade

Imagem
Da cadeira daquele aeroporto sou toda olhos. É noite, e o que posso ver nesse 'ângulo-180' já satisfaz meu interesse e preenche toda minha mente de 'ferventes ponderações'. Prefiro não virar-me. Só hoje, prefiro esforçar-me por compreender o que está ao alcance de meus olhos do que contorcer-me para olhar tudo. Geralmente, quanto mais coisas olho, menos coisas consigo ver. Há uma multidão em meus olhos! As luzes são muitas e o espaço cercado pelas 'paredes de vidro' é, na minha imaginação, ad infinitum do lado de dentro. Aos meus olhos, o lado de fora é que tem limites. Lado de fora, as luzes são amarelas e os vários aviões, uns de chegada e outros de saída, cumprem seus itinerários, imperturbáveis. Somente passo os olhos neles. Apesar da imponência do mundo do lado de fora, com suas máquinas e luzes, é o mundo do lado de cá que me detém em sua infinitude. Lá fora o mundo é grande, aqui ele é infinito. Nesse momento é a este mundo que meus olhos pertencem. E, este…

Deus é Amizade

Imagem
"- Mestre, onde é que o senhor mora?
- Venham ver! - disse Jesus.
Então eles foram, viram, e passaram o dia com Ele."
(Evangelho de João, cap 1)


Continuando nesta caminhada até o coração de Jesus junto com João, mais uma característica do Cristo me salta aos olhos. Vimos Jesus como o caminho de volta ao coração de Deus; Mais adiante vimos, em Jesus, o Deus que decidiu revelar-se ao homem, criatura sua; e agora, mais uns passos adiante nos relatos do discípulo amado, encontramos um Deus relacional. Sim! Um Deus que não apenas quis revelar-se, mas um Deus que quis revelar-se de maneira íntima e pessoal, a cada homem, em toda a terra.
Mas como seria possível para o homem, mortal e limitado como é, relacionar-se com o "EU SOU"? Como poderia aquele bonequinho de barro ter por amigo o Eterno, seu Criador? Como poderia aquele de quem a vida tem a consistência e duração de poeira e de fumaça, relacionar-se intimamente com Aquele que contém em si todas as coisas que existem, e s…

O Pai Que Veio

Imagem
"- Mestre, onde é que o senhor mora?
- Venham ver! - disse Jesus.
Então eles foram, viram, e passaram o dia com Ele."
(Evangelho de João, cap 1)


Continuando nesta caminhada até o coração de Jesus junto com João, mais uma característica do Cristo me salta aos olhos. Vimos Jesus como o caminho de volta ao coração de Deus; Mais adiante vimos, em Jesus, o Deus que decidiu revelar-se ao homem, criatura sua; e agora, mais uns passos adiante nos relatos do discípulo amado, encontramos um Deus relacional. Sim! Um Deus que não apenas quis revelar-se, mas um Deus que quis revelar-se de maneira íntima e pessoal, a cada homem, em toda a terra.
Mas como seria possível para o homem, mortal e limitado como é, relacionar-se com o "EU SOU"? Como poderia aquele bonequinho de barro ter por amigo o Eterno, seu Criador? Como poderia aquele de quem a vida tem a consistência e duração de poeira e de fumaça, relacionar-se intimamente com Aquele que contém em si todas as coisas que existem, e s…

JESUS, nosso Caminho de volta ao coração de Deus

Imagem
"O que veio à existência foi a Vida, e a Vida era a Luz pela qual se devia viver. A Luz da Vida brilhou nas trevas; as trevas nada puderam fazer contra a Luz." (João 1. 4-5)Vamos falar sobre Deus. Sim, Deus! Aquele que está para além de nossa capacidade de compreensão. Aquele que não podemos ver ou tocar, e, em quem acreditamos por fé. Aquele que Rudolf Otto chamou de "mysterium tremendum"  - O inalcançável, O inatingível, O inexplicável...
Como então poderemos falar sobre Ele? Poderemos! 
Poderemos porque esse Deus, o nosso Deus, a despeito de ser tudo isso e muito mais ainda, decidiu revelar-se. Revelar seu coração. Revelar seu amor.Revelar seu plano perfeito.Revelar sua Graça.E fazê-lo de maneira multiforme e em porções variadas, através de toda sua esplendorosa criação, através da Lei escrita na tábua do coração de cada um de nós (a consciência). E que, mais do que tudo isso, revelou em Jesus o máximo que um homem mortal pode conhecer de Deus. E é por isso que me…