Ela Brilha!

Amizade é uma coisa muito linda!
Tenho amigas que despertam em mim um misto de emoções...
Falando de uma em especial, consigo definir o que sinto: admiração, ternura, carinho, um amor meio maternal, meio  espiritual, meio humano...
Definir o que sinto é muito mais fácil do que definir quem ela é. Apesar da subjetividade, definir meus sentimentos é mais fácil. Estive pensando a respeito dela. Estive pensando muito a respeito dela. Não se assuste, mas às vezes, de tanto pensar e não chegar a conclusão alguma, por minutos longuíssimos fico com a idéia gritante de que ela não é uma pessoa!
Já tentei entender o motivo de meus olhos arderem ao olhar dentro dos dela...
Dentro de mim, algo estremece.
Sinto, em nossas conversas, como se a vida fosse a fornalha dos 3 amigos. Somos duas amigas na fornalha da vida, e quando estamos juntas, sempre sinto aquele 4º Homem junto com a gente.
Sinto o coração encher-se de uma paz inexprimível quando ela deixa que sua voz seja a dEle...e ela sempre deixa!
Algumas característias dela me encantam tanto! Não houve um momento sequer de nosso convívio em que eu não tenha visto as atitudes dela embaladas por pureza e sinceridade.
Eu sei, não existe ninguém perfeito nesse mundo. Ela não é. Ela mesmo concorda com isso. Tem seus anseios, suas limitações, suas falhas, suas deficiências e pontos de fragilidade e vulnerabilidade. Eu não disse que ela é perfeita, mas ela é encantadora, mesmo em seus momentos de maior humanidade!
Ainda estou a descobrir exatamente o que ela é. Um vagalume?rsrs.. Uma estrelinha brilhante? Um anjinho reluzente? Ah, eu não sei...
Pensando, pensando, pensando...
Entendi, por meio dela, que muito mais do que ser tudo isso, é ser espelho. Ela é espelho. Ela não brilha por si (esse brilho seria efêmero demais), ela reflete. Reflete uma glória eterna, reflete uma luz inacessivel e permanente.
Olhar para ela me faz lembrar de Moisés depois de suas conversas intimas com Deus no monte Sinai, quando descia com o rosto brilhando. Brilhando tanto que fazia arder as vistas de muitos.
Entendi que teu brilho, minha pequena, é resultado de tuas conversas de Sinai. E que Ele é tão constante porque não precisas subir o monte. O Deus do Sinai mora em você!
Sinto-me honrada por estar recebendo raios luminosos do amor do nosso Lindo através de tua vida.
Entenda que, quando olhas as pessoas, elas vêem luz. Entenda que quando amas as pessoas, é o amor Dele que elas sentem. Entenda que quando tocas alguém, Ele antes desejou tocar e decidiu fazê-lo por meio de tuas mãos...
Entenda que isso é Chamado - mais do que cantar, dançar, pregar por meio de palavras... é viver, é refletir. Esse é teu chamado e tem sido lindo ver você tão entregue a Ele.
Te amo minha amiga.
Não sei de mais nada...
Só sei que brilhas Karen Campello!

Comentários

  1. Se tenho eu a capacidade de interferir nesse lindo texto, só me resta dizer que a Karenzinha deveras brilha. Consegue emitir luz mesmo nos seus atos falhos, mesmo na sua distância ela transmite a sensação de um anjo protetor. Apesar de não vê-la, de não ouvi-la ou de não tocá-la, eu sei o quanto ela é grande, o quanto de astro há nesse lindo coração.
    Saudades de vocês!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudade sempre de minhas Pequenas Gigantes que brilham!
      Você em capacidade - e liberdade - pra "interferir" em qualquer coisa nesse lugar, tão nosso!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gosto de Puro Hoje

Entre Compassos e Descompassos