Faz Parte Do Nosso Show


Observando o relato, em João 2, do primeiro milagre de Jesus no casamento em Caná da Galiléia (a água transformada em vinho), fico esperando chegar o momento apoteótico em que Ele vai interromper a cerimônia e convocar a 'imprensa' pra o 'show da fé' que aconteceria ali, o momento em que vai levantar e dizer no megafone que aquela é a 'noite dos milagres'... Mas não chegou esse momento.
Os empregados enchem os potes de água, os empregados levam a taça ao mestre de cerimônias, o noivo recebe o elogio pelo melhor vinho 'do final'. Não é admiração que Jesus pretende despertar no coração do homem, é fé. Jesus não usa as necessidades do homem pra promover espetáculos, pra conquistar milhares de 'seguidores extasiados' diante de seu poder de operar milagres...
Jesus não precisa disso.
Somos nós que precisamos; somos nós que transformamos as necessidades alheias num espetáculo a fim de mostrar do que somos capazes. A tragédia do outro 'faz parte do nosso show'. Somos nós que precisamos transformar o 'levantar das mãos e o arrependimento' num momento de 'contagem de resultados' do que estamos fazendo. Somos nós. Não Jesus. O coração de Jesus é diferente. É o tipo de coração que deveríamos desejar ter, como discípulos seus, pra lidar com as dores e necessidades do mundo como Ele lidou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Alma Precisa Sair Pra Passear

Amizade de Getsemani