Entre Asas e Raízes


A vida real exige corpo e pés fincados no chão...

Há que se ter peso e consistência para sobreviver.
A alma de sonhos anseia pelo céu dos pássaros...
Há que se ter leveza pra voar, para viver.
Bem aventurados os que conseguem descansar
Atentos, nesse interregno,
A fim de atender, de imediato,
Exigência e anseio quando clamam.
Pra viver: Há tensão
(o descanso faz-se imprescindível)
Pra sonhar: Atenção
(a alma exige labor).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gosto de Puro Hoje

Entre Compassos e Descompassos